Nenhum dos municípios monitorados atingiu a meta do governo de 55% de isolamento para achatar a curva de contaminação da Covid-19.

Os índices de isolamento social monitorados pelo governo durante a pandemia do novo coronavírus caíram em seis das 12 cidades da região de Campinas (SP) que fazem parte do relatório.

Entretanto, com base nos dados aferidos na sexta (29), as taxas de Mogi Mirim (48%) e Indaiatuba (47%) aparecem entre as 20 maiores do Estado no período. Segundo o Sistema de Monitoramento de Inteligente (SIMI), a média em todo o Estado foi de 47% na sexta-feira - índice atingido também por Vinhedo (SP). Maior cidade da região, Campinas voltou a apresentar queda no índice.

A taxa que chegou aos 49% na quarta-feira (27), durante o feriadão antecipado, chegou a 46% nesta sexta. MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil Coronavírus: veja perguntas e respostas Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus Nenhuma das cidades apresentam índice de isolamento social igual ou superior a 55%, meta que havia sido estipulada pelo próprio Estado como um dos fatores para conseguir achatar a curva de contaminação pelo novo coronavírus e evitar o colapso da rede de saúde. Mesmo com os índices abaixo dos 50%, todas as cidades da região foram classificadas na zona laranja (fase 2) do Plano São Paulo para aplicação das medidas de flexibilização da economia a partir desta segunda-feira (1).

Neste sábado (30), Campinas prorrogou a quarentena por mais uma semana e adiou a abertura do comércio para 8 de junho. Taxa na sexta (29/05) e comparativo com dia anterior Americana: 44% (mesmo percentual do dia anterior) Amparo: 43% (redução de 1 ponto percentual) Campinas: 46% (redução de 1 ponto percentual) Hortolândia: 44% (aumento de 4 pontos percentuais) Indaiatuba: 47% (redução de 1 ponto percentual) Itapira: 44% (mesmo percentual do dia anterior) Mogi Guaçu: 44% (mesmo percentual do dia anterior) Mogi Mirim: 48% (redução de 1 ponto percentual) Paulínia: 44% (redução de 1 ponto percentual) Sumaré: 44% (mesmo percentual do dia anterior) Valinhos: 46% (redução de 2 pontos percentuais) Vinhedo: 47% (mesmo percentual do dia anterior) Estado de São Paulo: 47% (redução de 1 ponto percentual) Como é feito o monitoramento? O monitoramento inteligente é feito com base em dados cedidos pelas operadoras Vivo, Claro, Oi e Tim.

Em nota, a assessoria do Estado destaca que o sistema analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Coronavírus: como usar a máscara? Formas erradas e corretas de usar máscara de proteção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas.