Informação é da imprensa de Minneapolis.

Dos 4 agentes envolvidos na morte do homem negro, apenas Chauvin, que ajoelhou no pescoço da vítima, segue preso.

Tao Thao é o terceiro policial envolvido na ação que foi solto Reprodução Mais um dos quatro ex-policiais de Minneapolis envolvidos na morte de George Floyd, em maio, foi solto da prisão no sábado (4), de acordo com o jornal local 'Star Tribune'.

Tao Thao, 34 anos, pagou fiança de US$ 750 mil e foi libertado, segundo consulta da imprensa aos registros da cadeia onde ele estava detido. Thao foi um dos oficiais que acompanhou a ação violenta de Derek Chauvin, que ajoelhou no pescoço de Floyd por quase nove minutos, até sufocar o homem negro.

Esse foi o terceiro ex-policial envolvido na ocorrência que foi solto.

Ele e os outros dois colegas, também demitidos da corporação, são acusados de auxílio não intencional e cumplicidade em assassinato em segundo grau, bem como auxílio e cumplicidade de homicídio culposo. Antes, os agentes Lane e Kueng foram libertados.

Chauvin segue preso e Thao terá que se apresentar à justiça em setembro. Initial plugin text