Duas mulheres ficaram gravemente feridas.

Elas participavam de um protesto antirracista.

Atropelador foi detido.

Duas mulheres ficaram gravemente feridas em atropelamento durante protesto James Anderson/AP Um homem de 27 anos invadiu uma rodovia fechada em Seattle (EUA), onde uma multidão protestava, e atropelou ao menos duas manifestantes na madrugada de sábado (4).

Segundo autoridades, elas ficaram gravemente feridas.

O motorista tentou fugir, mas foi detido. De acordo com a polícia, Dawit Kelet furou o bloqueio e acelerou na direção do público, que se reunia em um ato antirracista.

Participantes registraram no momento do atropelamento, quando o motorista passa por um bloqueio de carros estacionados e arremessa as vítimas. O atropelador estava sozinho e tentou fugir.

Um dos manifestantes pegou seu carro e perseguiu o homem.

Com a chegada dos policiais, o veículo foi interceptado e Kelet foi colocado sob custódia, sem direito a fiança.

Na ocasião, ele perguntou se as pedestres estavam bem. A polícia tenta esclareceu as causas da ação do atropelador e se o ataque foi direcionado.

A patrulha do estado de Washington informou que após o incidente não permitirá fechamentos de rodovias interestaduais para manifestações. Seattle tem sido o local de prolongada agitação após a morte de George Floyd em 25 de maio pela polícia em Minneapolis, que provocou protestos em todo o país.

Segundo as autoridades, a rodovia onde ocorreu o acidente foi fechada por 19 dias para atos como o deste sábado.