Veja atualização em cada município da área de cobertura do G1.

Confira as últimas notícias sobre o coronavírus na região Hellen Souza/ Arte-G1 Os presídios da região de Campinas (SP) tiveram aumento de 260% nos casos positivos e suspeitos do novo coronavírus entre detentos e servidores na comparação com os números divulgados no início de julho.

A alta se deve à testagem em massa que a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) iniciou.

Desde o início da pandemia, a região contabilizou 39.316 casos positivos nos 31 municípios da área de cobertura do G1 Campinas.

Além disso, já ocorreram 1.397 mortes em 26 cidades. MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil Coronavírus: veja perguntas e respostas Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus Coronavírus nos presídios da região A SAP confirmou, entre os 440 casos, a morte de mais dois funcionários, elevando para três o total de óbitos entre agentes - nenhum preso morreu pela doença até o momento. De acordo com a SAP, as duas novas mortes são de servidores que atuavam no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Americana (SP).

Um homem de 55 anos morreu em 22 de junho, e outro de 52 anos, em 20 de julho.

Anteriormente, a pasta havia confirmado que um funcionário de 59 anos, que atuava na Penitenciária III de Hortolândia (SP), morreu em junho com a doença. Coronavírus: por que os idosos são mais vulneráveis e como protegê-los Erros e acertos no uso da máscara de proteção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas